O aspecto imaterial da propriedade

February 25, 2009 at 7:36 pm Leave a comment

Já fazem alguns anos que eu penso sobre isso, sempre ficando muito fascinado, provavelmente pela falta de elementos concretos. Mas pense nessa pergunta, o que faz você dono do seu carro? Não é o fato dele estar na sua garagem e também não é a chave, não é sequer a nota fiscal da concessionária, é simplesmente o fato de você ter comprado ele. Parece óbvio, mas você já parou pra pensar na implicação disso? Isso implica em que há uma dimensão imaterial da propriedade. Muitas vezes penso no que me difere de um sem-teto, em porque eu tenho pra onde ir e ele não. Penso numa situação em que eu perco a minha chave de casa e ele a encontra (digamos que junto da chave exista meu endereço), se você parar pra pensar o único elemento físico que me torna morador de uma casa é a chave, ainda assim, eu sem chave e ele com, a casa é minha e não dele, e mesmo que talvez ele consiga entrar nela e eu não, em um curto espaço de tempo eu estarei dentro e ele fora, os vizinhos sabem que a casa é minha, há testemunhas, há documentos, mesmo que eu não tenha a posse, com o meu nome que me garantem a retomada da casa. É como se houvesse uma aura, um campo imaterial, um elemento invisível em mim, que me faz dono dos meus bens materiais.

Advertisements

Entry filed under: Uncategorized.

Ócio merecido Fluxo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Recent Posts

Feeds

February 2009
S M T W T F S
« Jan   Aug »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

%d bloggers like this: