Archive for August, 2009

Fluxo

Poucas pessoas gostam de trânsito. Enquanto se está no trânsito as possibilidades de uso do tempo são bem restritas. Talvez você possa ouvir as notícias no rádio e se informar sobre o que está acontecendo, talvez possa ouvir algumas músicas que gosta, se divertir, pensar um pouco na vida, resolver um dilema ou outro. Mas o fato é que a maioria preferia estar mais rapidamente no seu destino e, tão incomodada com a situação, não para pra tentar ver o trânsito de uma forma diferente. Sempre penso muito dentro do carro e tento ver se aquilo pode me dar algum insight. Talvez seja uma metáfora um pouco infundada, mas o que é a vida senão um amontoado de interpretações?

Aquele que pensar por poucos minutos no problema do trânsito perceberá que é um problema de fluxo. Os carros não vão de suas origens aos seus destinos com fluidez. Quaisquer que sejam os obstáculos, e não falta diversidade naquilo que para o trânsito, carros demais, ruas estreitas, acidentes, má sinalização, o problema é que os veículos tem o fluxo obstruído diversas vezes.

Penso que a vida seja como o trânsito, que sejam os fluxos que fazem uma pessoa feliz, saudável, realizada, bem sucedida. A maioria das pessoas bem sucedidas em algum aspecto da vida (seja profissional, amoroso, intrapessoal, amizades, saúde) são aquelas que fazem esforços repetidos, constantemente, em direção ao seu objetivo. Importa menos a velocidade e a qualidade desses esforços que o ritmo, que a constância. Se você ler todos os dias 15 páginas de algum livro, no final de um ano você terá lido 5475 páginas! Algumas pessoas conseguem ler livros com muita velocidade, outras não. A questão é que isso é irrelevante, o melhor resultado, o maior número de livros lidos, será na esmagadora maioria o das pessoas que tiveram ritmo e constância ao longo do tempo.

Honoré de Balzac escreveu mais de 100 romances, Rick Wakeman gravou mais de 100 álbuns. Essas marcas foram atingidas através do esforço contínuo, de um fluxo de esforços. Quer você seja uma pessoa muito ou pouco eficiente, muito ou pouco talentosa, a maneira mais segura de chegar longe em qualquer empreitada é garantir que haja um fluxo constante de esforços. O escrito prolífico é aquele que todas as manhãs acorda, toma seu café da manhã e durante várias horas, todos os dias, escreve. Escreve quando chove e quando faz sol, quando briga com a sua mulher e quando ganha presentes. Escreve quando está triste e quando está feliz.

Apesar de ser mais claro e fácil de perceber a importância de um fluxo uniforme e constante quando se trata de um objetivo concreto, mensurável e palpável, ele é tão essencial, ou mais nas questões abstratas. A mais clara é a melhoria pessoal, as pessoas que mais evoluem são aquelas que constantemente estão prestando atenção nas coisas que acontecem com elas, refletindo sobre os resultados e fazendo as alterações necessárias pra que os próximos resultados sejam melhores.

Quando coisas ruins acontecem e logo se abre espaço para novas coisas boas, quando todas as críticas são recebidas e rapidamente incorporam lições ao nosso comportamento, quando os nossos objetivos são perseguidos sistematicamente, todos os dias, independentemente dos humores, quando nos preocupamos com o fluxo das coisas, atingimos resultados melhores. Nosso trânsito interno funciona melhor, não ficamos empacados nos revezes da vida e aumentamos nossa gama de possibilidades de escolha. Nossas escolhas deixam de ser entre ouvir o rádio e olhar os prédios, pra incluir todo tipo de coisa imaginável, para seguirmos em direção a qualquer horizonte.

Advertisements

August 28, 2009 at 9:45 pm 3 comments


Recent Posts

Feeds

August 2009
S M T W T F S
« Feb   Nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031